Vestibular: O Que É Esse Exame E Para Que Ele Serve?

80

Você sabe o que é um vestibular e para que ele serve? No Brasil, essa é a principal forma de ingressar em uma universidade.

vestibular

Pelo menos, até pouco tempo atrás ainda era assim. De alguns anos para cá, esse sistema sofreu algumas alterações, e atualmente a principal forma de ingresso em universidades federais se dá pelo SISU – Sistema de Seleção Unificado (através da nota do ENEM).

Mesmo assim, algumas universidades federais como a UFSC, UFRGS, ou mesmo grandes universidades estaduais como a USP, UNESP, UNICAMP, dentre outras, mantêm o velho e tradicional ingresso via vestibular.

O vestibular pode mudar muito de acordo com cada universidade. Os principais pontos que se diferenciam são:

  • Forma como as questões são cobradas – questões de múltipla escolha, somatória, dissertativas;
  • Período do ano em que o vestibular é aplicado;
  • O tipo de conteúdo cobrado nas provas;
  • As obras literárias cobradas;
  • O número de fases;
  • A dificuldade das questões;
  • Dependendo da localização da universidade, certa porcentagem da prova é reservada apenas para questões regionais, como geografia e história da região. Isso acontece em vestibulares como a UFSC e a UFRGS;

Os vestibulares são definidos com meses de antecedência, informando data, hora e local de prova. O vestibulando precisa comparecer com pelo menos meia hora de antecedência no local, onde fará a prova com outras centenas ou milhares de pessoas que estarão concorrendo pelas vagas.

Outro fator que muda de acordo com a universidade é a relação de candidatos/vaga. Alguns cursos possuem uma concorrência muito maior do que outros. Medicina, Direito, Odontologia e Medicina Veterinária geralmente são alguns dos cursos mais concorridos, independente da universidade.

 

Como Funciona Um Vestibular?

vestibular

Alguns vestibulares, como o da FUVEST, UNICAMP e VUNESP possuem mais de uma fase.

Na primeira etapa, o vestibulando deve responder apenas questões de múltipla escolha. Já na segunda fase, deve focar sua atenção em dissertar as questões.

Na primeira etapa, só são aprovados aqueles alunos que atingem a nota mínima de corte do vestibular para passar para a segunda fase.

Outros vestibulares não possuem segunda fase, mas em compensação possuem 4 ou 5 dias de prova.

O número de questões pode variar, também. Em alguns vestibulares são cobradas 100 ou mais questões na primeira fase. Em outros, menos de 50 na primeira fase.

Outros vestibulares podem cobrar 25 questões ou mais por disciplina ao longo de 4 ou 5 dias, como dito anteriormente.

Já o vestibular do ITA, por exemplo, conhecido pela sua extrema dificuldade de aprovação, exclui disciplinas básicas e importantes como história, geografia ou biologia, já que os cursos são voltados para a área de exatas.

Uma dúvida recorrente de muitas pessoas é se vale mais a pena prestar um vestibular ou fazer o ENEM. A verdade é que não existe uma resposta única para isso. Vai depender dos seus objetivos.

Mas para dar uma ajuda, confira abaixo!

 

Vestibular ou ENEM? O Que Vale Mais a Pena?

vestibular

O conteúdo e a forma de se estudar para o ENEM mudam para o vestibular, portanto, é importante que você esteja preparado para um ou para outro.

O ENEM é uma prova que mede o conhecimento do aluno através de questões que reforçam o raciocínio lógico. Além disso, é essencial estar atento às atualidades no mundo.

O ENEM cobra quatro disciplinas dos alunos: Matemática, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Linguagens e Códigos.

Diferentemente do vestibular, o ENEM não possui uma concorrência. Não há limites de vagas. Os alunos não estão disputando uma vaga em específico.

A nota do ENEM pode ser usada tanto para ser validada como supletivo quanto para o SISU. O SISU é um programa criado pelo governo federal como forma de facilitar o ingresso às universidades federais.

Dependendo da universidade e do curso, é preciso atingir a nota mínima para conseguir o ingresso.

Mas o SISU não é o único programa contemplado pelo ENEM. O ProUni e o FIES também beneficiam alunos de todo o Brasil.

Já o vestibular é uma prova mais específica, usada para ingressar em universidades federais, estaduais ou particulares. No caso das particulares, o vestibular recebe o nome de processo seletivo.

Diferentemente do ENEM, existe uma concorrência nos vestibulares. Isso porque os alunos estão competindo diretamente entre si pelas vagas.

Os vestibulares podem variar muito de acordo com cada universidade. Já o ENEM  permanece o mesmo para todo o Brasil, independente da região.

Entretanto, você não precisa abrir mão de um em prol do outro. Você pode muito bem estudar para os dois exames e fazer ambos. Até porque, muitas universidades hoje em dia contabilizam determinadas porcentagens da nota do ENEM.

Isso significa que você pode melhorar a sua nota do vestibular através do ENEM. E com a concorrência tão alta, você não teria nada a perder fazendo o ENEM!

 

Gostou de saber mais o que é o vestibular e para que ele serve? Não se esqueça de compartilhar o conteúdo em suas redes sociais e de deixar o seu comentário abaixo!