Pós Trump! Como a vitória do Republicano afetará os estudantes brasileiros em 2017

30

Durante toda a sua campanha presidencial, o Republicano Donald Trump fez promeças de que iria aumentar as exigências para a emissão de vistos para quem deseja estudar nos Estados Unidos.

donald-trump-estudante
Após a vitória do republicano, as dúvidas sobre o futuro do país começaram a surgir. Pois toda campanha do candidato eleito foi marcada por mensagens xenófobas e uma postura intolerante as classes minoritárias. E para os estudantes que sonham em conquistar terras Americanas, a pergunta que mais tem sido feita é: Será que as atitudes de Trump enquanto Presidente serão correspondentes ao que defendeu ao longo dos debates e discursos em sua campanha?

Entre os principais questionamentos está a situação de imigração e vistos, pois estima-se que um milhão de brasileiros vivam nos EUA, boa parte em situação migratória irregular. De acordo com Trump em seus discursos, ele declarou que irá proteger o “bem-estar econômico de imigrantes legais” e que a admissão de novos imigrantes levará em conta suas chances de obter sucesso no país, o que em tese favoreceria brasileiros com alta escolaridade e habilidades específicas que queiram migrar para os Eua.

A seguir, trouxemos alguns pontos importantes que os estudantes devem considerar antes de planejar um intercâmbio para o pais:

Relação dos Eua com o Brasil: No ano de 2015, Trump citou o Brasil ao listar países que, de acordo com ele, tiram vantagem dos Estados Unidos através de práticas comerciais que ele considera injustas. A balança comercial entre os dois países, porém, é favorável aos EUA.

Outro fator importante a ser considerado é que o empresário, Trump é sócio de um hotel no Rio de Janeiro e licenciou sua marca para ser usada por um complexo de edifícios na zona portuária da cidade.

Segundo especialistas em Relações Internacionais, como Trump não citou nada em específico sobre o Brasil, após a rápida menção de 2015, e se distanciou de temas ligados à América Latina, não deve haver muitas mudanças para os brasileiros. No entanto, é sempre bom lembrar que o republicano é imprevisível e mudanças ainda podem acontecer.
Esperar o Presidente assumir efetivamente o cargo: O clima de incerteza continuará até o presidente eleito assumir o cargo, já que o mesmo mudou inúmeras vezes sua posição quanto a assuntos ligados à imigração, concessão de vistos e outras medidas que impactam os estudantes internacionais. O que podemos analisar é que até o momento, a vitória de Trump causou pouco impacto aos planos dos estudantes brasileiros que planejam ou irão estudar nos EUA. Já outros fatores, como a alta do dólar, devem ser mais levados em conta, pois esse sim, interfere diretamente na ida do estudante para o país.

Veja o que as escolas americanas dizem sobre o assunto: Após a vitória de Trump, escolas norte-americanas enviaram comunicados às agências de intercâmbio brasileiras ressaltando que os estudantes estrangeiros continuam sendo bem-vindos no país.

De acordo com Maura Leão, presidente da Belta, entidade que reúne agências brasileiras de intercâmbio. parceiros americanos enviaram um aviso, logo após a vitória do republicano, declarando que as regras seguem as mesmas e que, caso o novo presidente tente mudá-las, o setor educacional americano tem força no Congresso para barrá-las.

Recomendados Para Você: